1. Página Inicial
  2. Notícias
  3. Assistência Social
  4. II capacitação sobre técnicas de audiodescrição alcança mais de 50 pessoas
II capacitação sobre técnicas de audiodescrição alcança mais de 50 pessoas Autor: Agência Santarém

II capacitação sobre técnicas de audiodescrição alcança mais de 50 pessoas

Geisa de Oliveira
Publicado em - Atualizado
Entre os participantes estiveram servidores, público PCD e estudantes universitários.

Com objetivo de capacitar os servidores públicos municipais com as técnicas de audiodescrição, bem como a difusão ao público em geral, promovendo a inclusão social das pessoas cegas e com baixa visão nos eventos públicos e privados, aconteceu nessa sexta-feira, 19, no plenário da Câmara Municipal de Santarém, a II capacitação sobre as técnicas de audiodescrição.

A capacitação foi uma realização da Prefeitura de Santarém, por meio da Secretaria Municipal de Trabalho e Assistência Social (Semtras), através do Núcleo de Direitos da Pessoa com Deficiência (NDPD), e Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência (CMDPDS), em parceria com a Unidade Educacional Especializada de Santarém (UEES/5ª DRE) e Câmara Municipal, através da Escola do Legislativo.

Estiveram participando aproximadamente 50 pessoas entre servidores dos equipamentos da Semtras, servidores da Prefeitura, Câmara Municipal, estudantes universitários, representantes de entidades de Pessoas Com Deficiência (PCD's) e o público em geral. 

"Trouxemos essa continuação para poder repssar esse conhecimento importantíssimo para que a gente possa realmente promover a acessibilidade e inclusão das pessoas cegas e pessoas com baixa visão. Nós tivemos um número muito bom de participantes, que vieram na tarde desta sexta-feira, em busca desse conhecimento", observou Edinairo Barbalho, diretor da Escola do Legislativo.

A servidora da Proteção Social Básica da Semtras, Rosemary Batista, estava entre os participantes e avaliou.

“Esse curso ele é importante, porque muitas vezes a gente mesmo não consegue estar em um ambiente e perceber o quanto ele é rico, e esse aprendizado de audiodescrição pra uma pessoa cega é importante porque ela consegue compreender o espaço onde ela está situada".

Marcicley Caldas, coordenador do Núcleo de Direitos da Pessoa com Deficiência (NDPD), avaliou essa segunda capacitação.

“É de grande importância a capacitação em técnicas de áudio descrição para os servidores públicos, especialmente para quem interage com o público constantemente, o qual contempla ricos recursos de acessibilidade e comunicação inclusivas, que permitem que as pessoas cegas, com baixa visão e TEA tenham o sublime sentimento de igualdade de condições nos eventos e ambiente que estão inseridas, proporcionando-lhes maior satisfação, regozijo e inclusão social".

A secretária de Trabalho e Assistência Social, Celsa Brito, falou sobre a importância da realização desta segunda capacitação.

"Estamos cada vez mais trabalhando a temática da inclusão, conhecer os valores e respeitar os nossos limites. Ter mais pessoas capacitadas para atender melhor o público das Pessoas com Deficiências. Parabenizamos a todos os participantes e a organização da capacitação", disse Celsa.

Política de Privacidade

Usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência em nossos serviços. Ao utilizar nossos serviços, você está ciente dessa funcionalidade. Consulte nossa Política de Privacidade.